18 fevereiro, 2009

Mudança (vai ser um tema recorrente por aqui)

Eu estou incrivelmente entediada.
Saí da loucura das 12 horas alucinantes de trabalho semi escravo no Mercado de Peixes para a mais completa calmaria caseira. Pior que não posso nem encaixotar as minhas coisas. Meus gatos destruiriam as caixas antes de eu conseguir despachar tudo pra POA.
Em 3 semanas resolvi os seguintes assuntos (não obrigatoriamente nessa ordem):
  • Vendi a Portelinha;
  • Fiz uma procuração de plenos poderes para o meu pai resolver qualquer pendência por São Paulo (não serve para casamentos e divórcios, só Deus sabe porque);
  • Iniciei o processo de encerramento da minha empresa;
  • Verifiquei o uso do meu convênio médico lá em POA (abrangência nacional é outra coisa!!);
  • Fiz a papelada de transferência dos domínios que constam no meu CNPJ (já que vou fechar a empresa);
  • Almocei com meus amigos lá do ex-trabalho;
  • Procurei apartamento na internet para alugar em POA (nada decidido ainda);
  • Verifiquei com a companhia aérea como é que eu faço para transportar Osório, meu computador (desktop), e também quanto custa o quilo extra de bagagem;
  • Comprei 4 caixas, para arquivos e mudança;
  • Joguei um monte de tralha fora e arquivei toda minha empresa (não era muita coisa. Bastou um caixote);
  • Tive uma gripe e uma enxaqueca (essa foi forte);
  • Fui em festa de criança, e aproveitei a ocasião para me despedir de algumas pessoas;
  • Fui em chá de bebê e festa de sobrinho;
  • Mandei refazer o estofado da minha poltrona herdada da Vó (me dei de presente de casamento);
  • Tentei falar na Claro para ver o que faço com meu celular paulista, mas depois de ficar esperando muito tempo para ser atendida, diversas vezes, desisti de ligar e vou ter que passar numa droga duma loja Claro. Vai atender mal assim lá longe;
  • Levei o Fred no vaterinário.

Sei lá, um monte de coisas... ainda tenho algumas pendências:

  • Fazer minha homologação do ex-trabalho (se nada der errado, amanhã);
  • Devolver um livro pro meu primo;
  • Cabeleireiro (sexta);
  • Colocar 2 envelopes no Correio.

Atarefada, não?

2 Comments:

Blogger Belita said...

Fiz uma procuração de plenos poderes para o meu pai resolver qualquer pendência por São Paulo (não serve para casamentos e divórcios, só Deus sabe porque);
tem razao.... hoje em dia a galera termina ate por SMS,entao por que nao pode mandar o papai assinar um divorcio? - rs.

Vai com fe, que vai dar certo. boa sorte sis

5:31 PM  
Blogger LAURO said...

Ainda nem casou e já quer saber de procuração para divórcio... Meo Deos...

7:13 PM  

Postar um comentário

<< Home