12 março, 2006

Crise de Abstinência

Essa noite, sonhei com o Lauro. E não foi um sonho bom.
Ele estava aqui em São Paulo, e resolveu sair a pé, as 10 da manhã. Até as 4 e meia da tarde, eu ainda não tinha nehuma notícia dele. Eu estava desesperada, com a casa cheia de visitas, mas eu não estava dando a menor bola pros coitados dos convidados. Eu estava desesperada. Nenhum telefone funcionava, então eu não conseguia falar com ele.
Finalmente, um telefone funcionou, e quando eu consegui falar com ele, tive um chilique histérico. Como ele podia fazer isso comigo? Sumir assim, sem dar notícias? Ele ainda levou mais de uma hora pra chegar em casa, e me trouxe de presente um telefone sem fio (não sei bem porquê, mas, afinal, era um sonho).
Bom, aí eu relaxei. Tudo o mais perdeu o interesse, só queria saber de ficar bem abraçadinha com ele.
Acordei com um tal aperto no coração, que a primeira coisa que fiz foi ligar pra ele, e me certificar de que estava tudo bem, ele estava inteiro e com boa saúde.
Distância éuma merda.

4 Comments:

Blogger Anunciação said...

Baixando a psicóloga de araque dos sonhos alheios:A distância altamente indesejada,leva ao medo subconsciente de perder o contato,a comunicação;daí o sonho(rs).Eu me acho,né não?

6:51 PM  
Blogger Cecilia W. said...

Mas, Anunci, eu concordo com você!!! É essa minha ansiedade que me mata!
Um beijão!

8:11 PM  
Blogger LAURO said...

Eu estou aqui amor, meio longe, mas estou.

10:09 AM  
Blogger jayme said...

É, Ciça, distância é mesmo uma merda. Tem que ter muita dedicação, disciplina e confiança.

6:39 PM  

Postar um comentário

<< Home